Segundo previsão da Cepea, Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada, da Esalq/USP, o PIB do agronegócio deverá crescer em 2018 no país, impulsionado pela retomada da atividade da agroindústria.

Apesar da estimativa apresentar um crescimento menor que o apontado no ano anterior, tudo indica que o PIB do agronegócio ficará acima do crescimento da economia brasileira como um todo (1,5% – Dados da pesquisa Focus, do Banco Central).

Para os segmentos, as estimativas anuais de variação são: de +4,67% para insumos, de -0,17% para o segmento primário, de +5,32% para a agroindústria e de +4,13% para os agrosserviços. De forma agregada para o agronegócio, e considerando-se preços constantes, as perspectivas para o PIB volume do agronegócio apontam expansão de 3,42% em 2018. (Cepea)

“São dois anos seguidos de alta bem importante. Ainda é uma taxa bem alta, até se a gente comparar com o PIB geral do Brasil” – Nicole Rennó, pesquisadora da equipe de macroeconomia do Cepea.

O Cepea calcula o PIB do Agronegócio com apoio financeiro da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA). Essas previsões foram realizadas com base em dados do primeiro quadrimestre do ano, o que não leva em conta os impactos da greve dos caminhoneiros.