A gestão de fornecedores no setor de reposição de peças para máquinas agrícolas deve ser conduzida de maneira profissional e eficiente. Em um mercado excessivamente competitivo, como é o setor agrícola, não há mais espaço para falhas nas operações. A tolerância é baixa para prazos que não são cumpridos e demandas que não são atendidas adequadamente.

Com o avanço da profissionalização do mercado agrícola, fornecedores OEM (fabricante de equipamento original) se tornaram mais do que apenas meros provedores de commodities. Hoje, esses fornecedores estão mais inseridos dentro do negócio e atuam de maneira decisiva para efetivar o cumprimento de todas as demandas. Se tornaram, enfim, parceiros estratégicos cruciais para o sucesso.

A realidade é que muito da qualidade e participação desses fornecedores no mercado decorre do nível de exigência cobrado pelas marcas que atuam no segmento agrícola. O nível técnico das peças e o conjunto da obra é consideravelmente maior do que há duas décadas – e não para de aumentar.

O paradigma que estabelece essa parceria estratégica entre fornecedores OEM e marcas automotivas não deve mudar em tão pouco tempo. O cenário que observamos, ao menos a longo prazo, é o de equilíbrio entre relacionamentos de fornecedores e marcas. Temos por um lado a atuação estratégica dos fornecedores, que são players cruciais para o desenvolvimento do trabalho, mas por outro lado, a gestão de uma marca de máquinas agrícolas, por exemplo, avalia o impacto de possíveis falhas provenientes desses fornecedores e mantém uma distância relativamente segura para não ficar totalmente à mercê do desempenho do fornecedor. Em outras palavras, ambas as partes dependem uns dos outros para o sucesso mútuo.

Os fornecedores, obviamente, batalham entre si para conquistar a confiança das marcas. O resultado dessa competição é benéfico para todos, já que todos gastam um esforço significativo para garantir aos clientes que sua colaboração seja rentável, produtiva e eficiente. Em todo caso, fornecedores também ganharam uma expertise sólida de fabricação e gerenciamento de suas operações com o passar dos anos; permitindo, portanto, negociar termos de contrato que estejam de acordo com as exigências sobre commodities, preços e disponibilidade requeridos no mercado.

A Controlflex é uma das principais fornecedoras OEM de cabos de comando para o setor agrícola, automotivo, motociclístico e de construção civil. Sua atuação é direcionada à fabricação industrial de soluções em desempenho de cabos de acionamento mecânico para a linha de montagem das principais montadoras do setor. Conheça a divisão OEM da Controlflex.