Recentemente, a Volkswagen adotou mudanças que vêm rendendo resultados significativos, tanto na reputação da empresa quanto no número de vendas. Além de renovar completamente seu portfólio de produtos, com opções mais desejadas pelos clientes, a construção da nova Volkswagen envolveu também uma transformação na cultura da empresa, gerando maior proximidade entre a marca e os públicos de relacionamento, entre eles clientes, fornecedores, empregados, etc.

Como destaque da implementação dessa nova estratégia, temos o anúncio feito no dia 3 de abril, pelo presidente e CEO da empresa na América do Sul e Brasil, Pablo Di Si, a cerca do investimento de R$ 2 bilhões na produção do T-Cross. Essa novidade integra a maior ofensiva de produtos da Volkswagen de todos os tempos, que terá até o ano de 2020 vinte novos lançamentos.

Os resultados dessas mudanças podem ser observados no Ranking de Empresas com Melhor Reputação Corporativa do Brasil, realizado pela espanhola MERCO, monitora corporativa de referência na América Latina e Espanha, que avalia a reputação das empresas desde 2000, estando presente no Brasil desde 2013. Onde, após avançar 29 posições, a Volkswagen conquistou o 1º lugar entre as montadoras e o 18º no ranking geral, sendo também a montadora com melhor posição no Ranking de Empresas Mais Responsáveis.

A metodologia de entrevistas da MERCO envolve executivos, analistas financeiros, associações de consumidores, etc., e pode ser acessada no site www.merco.info.